Conheça as 5 principais ameaças virtuais

Por: Bruna Ramos

A cibersegurança trabalha para nos proteger das ameaças virtuais, mas que ameaças são essas? O que elas fazem? Como elas agem? Como devemos evitá-las? Vamos ler e saber! :) 

 

As ameaças virtuais crescem em ritmos acelerados, por isso se faz tão necessário um método seguro para poder inibi-las. De acordo com a Kaspersky, uma empresa americana de segurança virtual, as ameaças combatidas pela cibersegurança podem ser divididas em três tipos:

    1. Crime virtual - acontece quando os hackers atacam os sistemas para interrompê-los ou roubá-los.
    2. Ataque cibernético - acontece quando um indivíduo tenta utilizar ou acessar um dispositivo de forma indevida para expor, alterar, excluir, roubar ou obter acesso às informações nele contidas.
    3. Terrorismo cibernético - ou ciberterrorismo acontece quando indivíduos invadem sistemas afim de realizar atos violentos que podem causar sérias consequências à vida da vítima. 

Os golpes praticados pelos criminosos cibernéticos, encaixados nos tipos de ataques acima, são diversos. Eles podem vir em documentos, e-mails com links maliciosos, durante solicitação de dados pessoais, entre outros meios. 

Dentre os tipos de golpes, destacamos os 7 principais:

Malware

É uma das ameaças mais comuns. O malware é um software malicioso que um criminoso criou para prejudicar ou danificar o computador de um usuário. Na maioria das vezes, eles são disseminados por meio de anexos de e-mails não solicitados ou downloads ilegais. 

Injeção de SQL

Linguagem de consulta estruturada ou uma injeção de SQL é um tipo de ataque que visa assumir o controle de um bando de dados para roubar as informações ou interromper o acesso dos outros usuários. Os criminosos conseguem acessar bancos de dados por meio de vulnerabilidade em aplicativos controlados por dados e, a partir disso, inserem um código malicioso através de uma SQL mal-intencionada.

Phishing

A prática criminosa tem como objetivo roubar os dados cadastrais de clientes por meio de mensagens iscas, geralmente enviadas por e-mail. Na maioria das vezes, os ataques de phishing enganam as pessoas e as levam a fornecer informações sigilosas, como os dados de cartão de crédito ou informações pessoais importantes.

 

Trojan

Também conhecido como “Cavalo de Troia”, é um software que simula alguma funcionalidade útil de algum programa verdadeiro para se passar por ele. Com isso, abrem-se as portas para hackers terem acesso ao computador do usuário para roubar informações importantes e valiosas.

Documentos maliciosos

São um tipo de malware que exploram as vulnerabilidades escondidas em documentos do office, como arquivos .doc, .docx, .pdf, entre outros. A partir dessas brechas na segurança, os criminosos cibernéticos inserem um código malicioso e com isso, ele consegue o controle remoto do servidor. 

Para se proteger desses crimes virtuais, você deve usar um bom antivírus e se puder, pague por um. Usar senhas fortes, manter o sistema operacional atualizado, evitar baixar arquivos e acessar sites de procedência duvidosa. Lembre-se também de desconfiar de ofertas com grandes descontos ou grandes propostas, fique atento a tudo pois o perigo vem de onde você menos espera. 

E para mais informações precisas de segurança, nos acompanhe pelo instagramlinkedin e youtube. 

0 Comentários

Deixe seu comentário
Comentário enviado com sucesso!