Exibindo post do mês de: MARÇO-2021

5 dicas de segurança para o seu home office
O home office já era uma realidade antes mesmo da necessidade de intensificação do isolamento social. A pandemia da covid-19 só impulsionou, ainda mais, a adoção desse modelo de trabalho mais “particular” e caseiro. 
Com o aumento do home office, algumas empresas deixaram os sistemas computacionais vulneráveis aos ataques de hackers e ao vazamento de dados. De acordo com Claudio Bannwart, diretor regional da Check Point, uma empresa israelense de cibersegurança, mesmo se o funcionário levar o computador da empresa para casa, podem haver brechas na segurança da rede a qual ele está conectado.

Mas, como os profissionais conseguem manter a segurança da informação ativada durante o home office?
Apesar de estarmos em um momento que pede urgência no isolamento, há sim formas de evitar que os sistemas sejam invadidos e as informações corporativas sejam roubadas. 
1. Mantenha os softwares atualizados sempre!
Aplicativos atualizados não deixam espaços para as ameaças cibernéticas. Deixar a atualização automática do sistema ativada é uma ótima forma de se proteger contra vírus ou malwares.
O antivírus instalado no computador também precisa estar com a atualização em dia, já que é por meio dele que ocorre a principal barreira de defesa contra as ameaças. 
2. Use as VPNs
Com o uso de VPNs (Virtual private network - Rede privada virtual), os colaboradores conseguem acessar o ambiente empresarial de casa e de forma segura. Essa possibilidade já garante que dados e informações não sejam acessados por pessoas não autorizadas.
Além disso, com a utilização dessas redes privadas evita-se o compartilhamento de arquivos importantes por e-mails ou outros aplicativos de mensagens.
3. Cuidado redobrado com spam e phishing
Proteja seus e-mails e tenha atenção ao receber mensagens incomuns de amigos ou colegas de trabalho. Os criminosos estão sempre criando novas formas discretas para atacar e roubar os seus dados.
Nunca forneça senhas, arquivos importantes ou outras informações para e-mails suspeitos. Em caso de dúvidas, ligue para o remetente para confirmar as informações. Além disso, lembre-se de ativar a autenticação em dois fatores no seu e-mail para aumentar a segurança e impedir o acesso de outras pessoas, que não seja você.
4. Utilize redes de wi-fi confiáveis
Home office seguro não rola com rede de wi-fi desconhecida. As redes de internet são fundamentais para a realização do trabalho, mas pra isso ocorrer sem preocupações é necessário que você esteja conectado em uma rede confiável.
Utilize sempre sua rede própria de wi-fi para evitar que hackers possam acessar seus sistemas ou suas contas de e-mails, por exemplo.
5. Cuidado com programas desconhecidos
O uso de algumas ferramentas disponibilizadas pela empresa, às vezes, pode ser alternativo, ou seja, pode ocorrer o uso simultâneo dos funcionários. Por isso, caso aconteça algum problema em dashboards ou plataformas de mensagens, por exemplo, não tente resolver sozinho. Comunique sempre sua equipe de TI.
Se você efetuar o download de programas que prometem trazer a solução para o problema descrito acima, você pode acabar baixando um software malicioso capaz de roubar os dados da sua empresa e até os seus.
Sabemos que a adesão ao home office será ainda mais forte nos anos seguintes e por isso, as empresas precisam se adequar para garantir a segurança dos sistemas e evitar as ameaças. Para essas soluções, fale conosco! Converse com nossos especialistas e conheça nossos serviços de TI e de cibersegurança.
Acompanhe nosso Instagram e Linkedin e fique por dentro das novidades! 
Por: Bruna Ramos VER MAIS
Saiba como e por que proteger a sua conta no gmail
Apesar da criação e propagação de muitos softwares que facilitam a troca de mensagens e arquivos, o e-mail ainda é um dos meios mais usados pelos usuários, principalmente no ambiente corporativo. De acordo com a Radicati Group, uma consultoria norte-americana, o número de e-mails enviados só neste ano chegaria a cerca de 319,6 bilhões ou mais. Isso mostra o quão vivo o e-mail está.

Assim como os outros aplicativos de mensagens, os e-mails também precisam de uma proteção extra. Na maioria das vezes, eles armazenam informações e arquivos, pessoais ou de empresas, que podem ser importantes para o andamento das atividades e em sua maioria, essas informações também podem ser confidenciais. O vazamento desses dados pode gerar sérios problemas para a organização ou para o indivíduo que teve o e-mail particular acessado por um hacker.
E é por isso que você deve deixar a sua conta de e-mail do Google segura. Como já falamos por aqui em outros posts, a autenticação em dois fatores ou verificação em duas etapas é uma ótima maneira de evitar que você tenha o e-mail invadido. Com esse mecanismo preventivo ativado, uma camada extra de segurança é adicionada à conta e para ter acesso a ela, o usuário precisará dar duas formas de comprovação de identidade para conseguir efetuar o login.
Por isso, nós gravamos um tutorial sobre como você pode ativar a verificação em duas etapas na sua conta do gmail. Assim, você evita a perda de arquivos importantes, de documentos, apresentações, contatos e qualquer outro tipo de informação que esteja vinculada a este e-mail.

DEMONSTRAÇÃO 


 
Além da verificação em duas etapas, a Central de Ajuda do Google também disponibiliza outras instruções de como você pode intensificar a segurança do seu e-mail.
E se você quer ativar a autenticação em dois fatores no seu Instagram ou Whatsapp basta se inscrever no nosso canal no  Youtube  e assistir aos outros tutoriais que nós disponibilizamos lá. 😉

Por: Bruna Ramos VER MAIS