Exibindo post do mês de: JANEIRO-2021

O papel da autenticação em 2 fatores para a segurança do seu IG
Não é de hoje que sabemos o tamanho da importância de proteger as nossas redes sociais, principalmente o Instagram e o WhatsApp, não é? Sem uma proteção adequada, diálogos, imagens ou qualquer outra informação pode ser vazada por algum hacker. E é por isso que devemos ativar a autenticação em dois fatores onde pudermos. Você sabe como fazer isso?

 

Assista ao tutorial e saiba como ativar a autenticação em dois fatores no seu Instagram 📲

 
A autenticação em dois fatores é um mecanismo preventivo usado por muitos prestadores de serviços online para fortalecer a segurança digital deles. Ela atua criando uma camada adicional de proteção no processo de login, fazendo com o que o usuário ofereça duas formas de comprovação de identidade, podendo ser uma senha já determinada ou um código enviado via SMS ou e-mail.
Com a autenticação de dois fatores ativada, o acesso somente com login e senha não são suficientes para efetuar o login na conta, já que, se torna necessário a apresentação da senha extra ou do código temporário enviado para outros canais de comunicação. Por exemplo, ao entrar no WhatsApp (hiperlink do vídeo do wpp), não diariamente, mas com frequência, o aplicativo solicita uma senha para poder abrir as conversas. Já o Instagram (hiperlink do vídeo do insta) envia códigos por SMS ou e-mail.
Para ajudar a manter sua conta mais segura, a Central de Ajuda do Instagram dá as seguintes instruções:

  • Escolha uma senha forte. Use uma combinação de, no mínimo, seis números, letras e pontuações (como ! e -). Ela também deve ser diferente das senhas usadas por você em outros locais da Internet.
  • Altere a sua senha com frequência, especialmente se você receber uma mensagem do Instagram pedindo para alterá-la. Se o Instagram detectar que a sua senha pode ter sido roubada, alterar a sua senha no Instagram e em outros sites ajuda você a manter a sua conta segura e a impedir que ela seja invadida no futuro.
  • Jamais informe sua senha a pessoas desconhecidas ou que não sejam de sua inteira confiança.
  • Certifique-se de que sua conta de e-mail esteja segura. Qualquer pessoa que tenha acesso aos seus e-mails, possivelmente, também terá acesso à sua conta do Instagram.
  • Nunca marque a caixa "Mantenha-me conectado" ao efetuar login em um computador público, pois isso o manterá conectado mesmo depois de fechar a janela do navegador.
  • Pense bem antes de autorizar aplicativos de terceiros.
Vale lembrar que os processos de recuperação podem demorar muito tempo. A Lei de Crimes Cibernéticos (Lei 12.737/2012), também conhecida como Lei Carolina Dieckmann, identifica atos como invadir computadores, roubar senhas, violar dados de usuários e divulgar informações privadas (como fotos, mensagens etc) , como crime no Código PenalPor isso, é importante registrar o caso junto às autoridades competentes e registrar um Boletim de Ocorrência (B.O), para ajudar na identificação e responsabilização dos criminosos.
Para mais dicas, siga a Wiser no Instagram. 😘
Por: Bruna Ramos VER MAIS
Segurança da informação: o que é isso?
Ultimamente tem se falado muito sobre o vazamento de informações confidenciais na internet e quais os prejuízos essas ações podem causar às empresas e usuários em geral. Mas você sabe como isso pode acontecer? Vem com a gente pra entender um pouco mais sobre este assunto.

Afinal, o que é essa segurança da informação?
As informações que disponibilizamos na internet, como a criação de senhas, transações online ou quaisquer cadastros em sites, estão constantemente sofrendo o risco de serem roubadas pelos criminosos cibernéticos. Por isso é importante adotar medidas que minimizem esses riscos e, consequentemente, causem a ruptura ou enfraquecimento da confidencialidade, integridade e da disponibilidade dos seus dados.
A segurança da informação ou a cibersegurança é a peça chave para garantir a confidencialidade, plenitude, autenticidade e a disponibilidade das informações de qualquer pessoa ou empresa específica. Ela atua como um profissional de guarda que defende e protege o local de armazenamento das informações, a fim de garantir a ordem e o funcionamento regular das atividades.
Com ela, as informações de uma empresa estão protegidas, íntegras e disponíveis apenas para pessoas autorizadas. A segurança da informação também impede que os dados sejam corrompidos ou modificados, causando falhas nos processos operacionais das empresas ou expondo informações privadas.

Vazamento de dados: O que pode causar?
As bases de dados são cada vez mais utilizadas de forma estratégica no meio corporativo, chegando ao ponto de serem consideradas o “novo petróleo” devido sua importância para a tomada de decisões. Com elas, as empresas buscam conhecer e alcançar o público alvo, com o foco no crescimento dos negócios. Logo, qualquer falha pode gerar danos difíceis de reparar, já que dados vazados e informações roubadas comprometem a empresa e podem impedir o bom desempenho das atividades.
Não muito raro, nos deparamos com notícias sobre vazamento de dados. Recentemente, vimos que um vazamento de dados do Ministério da Saúde deixou expostos, na internet, as informações pessoais de 16 milhões de pacientes com Covid-19. Além deste episódio, jornais também noticiaram que hackers russos roubaram os dados de clientes da Microsoft, após conseguirem acesso a um e-mail corporativo da empresa.
Através desses ataques, criminosos cibernéticos podem acessar e controlar as informações privadas, sequestrando os dados, paralisando processos internos, cometendo fraudes e ainda cobrando o resgate, o que pode causar sérios danos para as organizações. Como se não bastasse, esse cenário pode levar a processos judiciais por falhas na segurança e exposição de dados dos usuários, devido à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).
Diante desse tipo de ameaça, a empresa fica vulnerável, perde credibilidade e se expõe negativamente em relação à concorrência. Pense um pouco… Quem quer comprar serviços ou fornecer dados à uma empresa que não protege as informações dos próprios clientes? Ninguém, não é mesmo?
Quando o assunto é segurança da informação, investir em capacitação e conscientização de pessoas, processos, parcerias e tecnologia é um passo que te deixa à frente das empresas concorrentes.

Importância da Segurança da Informação
Sabemos que a tecnologia é uma área em constante evolução. Por isso, acompanhar as tendências de mercado e manter todos os softwares atualizados e monitorados é essencial para uma política de segurança da informação eficaz.
Tudo começa com a adoção de medidas de proteção. Qualquer sistema operacional está sujeito à ataques ou invasões cibernéticas. Então, é importante adotar o monitoramento regular das atividades para detectar eventuais falhas ou brechas. Essa ação coloca sua equipe em alerta para se antecipar e combater qualquer dano aos sistemas operacionais ou dados da sua organização.
Para ajudar com essas ações, contratar uma empresa especializada, como a Wiser Tecnologia é fundamental. Então, converse com a gente para conhecer mais dos nossos serviços em cibersegurança. Temos uma equipe de profissionais íntegros, especializados e experientes para te atender.
Mantenha seus dados seguros com a Wiser! 😉
 

Por: Bruna Ramos VER MAIS