Saiba por que você deve automatizar os processos na sua empresa
Otimizar tempo, acelerar atividades, diminuir tarefas repetitivas, reduzir custos, aumentar a produtividade, facilitar o acesso às informações da organização, auxiliar na tomada de decisão e aumentar a competitividade perante a concorrência são uns dos benefícios da otimização de processos.

A automatização de processos é uma técnica de Business Process Management (BPM) ou Gestão de processos empresariais. É por meio dela que as empresas conseguem usar a tecnologia para integrar sistemas e dados a fim de melhorar o andamento das operações. Você já implementou essa tecnologia no seu negócio?
Essa gestão e controle de processos não é uma substituição da atividade humana, mas um recurso adicional que busca trazer melhoria e facilidade para os processos, e vem sendo muito utilizada pelas empresas. A partir da automatização, a equipe de profissionais ganha mais tempo para elaborar outras atividades que exigem estratégias mais assertivas para alcançar os resultados idealizados pela organização.
Isso se dá graças a Inteligência Artificial (IA) que junto ao Machine Learning desenvolve softwares semelhantes a mente humana. Plataformas inteligentes oferecem a automatização de processos para aumentar a produtividade e melhorar as atividades das empresas.

Como implantar a automatização de processos?
Comece buscando entender as necessidades do seu negócio. Busque analisar quais processos podem se tornar automáticos e quais são as maiores necessidades que as atividades da sua empresa apresentam.
Faça um mapeamento de processos e entenda o fluxo de trabalho, buscando identificar os pontos fortes e fracos das atividades. Analise os documentos, identifique atividades duplicadas ou tarefas que não possuem a necessidade de ser manuais.
Além de buscar melhorar processos internos, lembre-se também de melhorar os processos externos, concentrando-se no cliente. A melhoria das atividades deve estar voltada para agregar valor ao seu produto ou serviço. Busque concentrar-se no cliente e ofertá-lo ótimas experiências com sua empresa.
É fundamental, também, buscar empresas que oferecem bons softwares para a automatização de processos, para ter sucesso nas mudanças. A automação deve obter as funcionalidades corretas para cumprir o papel de aprimorar as atividades corporativas.

Resultados da automatização
Além de otimizar o tempo, aumentar a produtividade da equipe e proporcionar que a empresa oferte serviços de qualidade, a automatização também pode

      1. Ajudar a reduzir erros e refações de atividades
      2. Diminuir desperdício e consequentemente, reduzir custos
      3. Desenvolver uma base de dados mais ágil e segura
      4. Favorecer a transparência corporativa
      5. Padronizar e rastrear processos
      6. Promover uma comunicação mais segura e assertiva
      7. Possibilitar o uso de diferentes sistemas e de plataformas
Ainda tem dúvidas de como implementar a automatização de processos na sua empresa? Temos profissionais especializados disponíveis pra te atender. Converse com nossos especialistas e tire suas dúvidas!
Por: Bruna Ramos VER MAIS
Vantagens do Cloud Computing para as empresas
O Cloud Computing transformou a maneira de como as pessoas usam a tecnologia. Conhecido também como computação em nuvem, ele permite o acesso remoto a softwares, arquivos ou informações a qualquer hora, lugar e em qualquer dispositivo.

Nós já falamos aqui: Investimento em tecnologia nunca é em vão! Pequenas empresas que não possuem tanto suporte ou necessidade de um grande setor de tecnologia, precisam se atentar para evitar falhas ou a perda de arquivos sigilosos e ainda reduzir custos. 
Imagine aí: Algum dispositivo da sua empresa, que guarda dados necessários, é danificado por hackers ou por problemas externos, como curto circuitos e você não consegue mais acessá-lo. E aí? O que fazer para encontrar as informações perdidas? Se você não tiver nenhuma ferramenta de armazenamento para recuperar os dados perdidos, sinto muito… é game over! 
É por isso que você precisa de uma computação em nuvem. Por meio de um servidor remoto, você consegue acessar todos os dados corporativos de forma fácil e ágil. Ele é dividido em três modelos:
  • Nuvem privada
Aqui, a empresa vai possuir a infraestrutura da nuvem em seu domínio interno e manterá o acesso aos dados exclusivo a usuários selecionados.
  • Nuvem pública
Nesse tipo, o cliente é responsável por aquilo que será enviado para a nuvem, enquanto o provedor estará preocupado apenas com a manutenção, segurança e gerenciamento dos recursos.
  • Nuvem híbrida
Esse modelo diz respeito à junção da nuvem privada + nuvem pública. É um dos que apresentam mais flexibilidade e vem se tornando uma grande tendência nas empresas.

 Por que eu devo ter Cloud Computing na minha empresa? 
Bom, se você quer que seu negócio cresça e quer uma redução de prejuízos, o ideal é investir em serviços de qualidade e de aumento na produtividade. Pra te ajudar a entender melhor, listamos os principais benefícios da computação em nuvem. Anota tudo aí! 

  1. Economia com infraestrutura 
Começando com o melhor de todos: reduzir custos! Como? Pois bem! Com o Cloud Computing, a empresa não vai precisar fazer investimentos mais altos com hardwares, softwares ou instalações. Você só paga pela quantidade de armazenamento que vai utilizar sem precisar se preocupar com manutenção de equipamentos desatualizados, por exemplo. 
  1. Aumento da segurança
Em terra de Cloud Computing, não tem espaço pra vulnerabilidade! Soluções em nuvem possuem monitoramento constante por pessoas especializadas que trabalham para adotar as melhores ações de proteção disponíveis no mercado.
  1. Acessibilidade 
Arquivos em nuvem estão disponíveis em qualquer lugar e em qualquer hora do dia. A proposta é facilitar o encontro de arquivos importantes fora do ambiente corporativo, preparando você para possíveis eventualidades que possam vir a acontecer. Ah! Somente pessoas autorizadas podem ter acesso a esses dados, então, sem preocupações! 
  1. Flexibilidade
Percebeu que sua empresa precisa de mais ou de menos armazenamento? Você pode aumentar ou diminuir a quantidade. Esse serviço é flexível e você pode personalizá-lo de acordo com o porte da sua empresa e de acordo com a necessidade dela.
  1. Restauração de dados
Com a computação em nuvem, tudo fica mais fácil, até a recuperação de arquivos. Você pode fazer cópias de segurança, mais facilmente e usá-las quando quiser. E se caso, o servidor apresente problemas, os acessos aos seus arquivos vão ser, rapidamente, direcionados para outro servidor, para não atrapalhar os processos da sua empresa. 
            Facilite a sua vida e a vida da sua equipe. Invista em Cloud Computing! Apesar de econômico, você vai preservar toda e qualquer tipo de informação ou arquivos que sua empresa necessitar. É facilidade e proteção por um serviço de qualidade e com um preço em conta. Fale com um de nossos profissionais e saiba mais! 
Por: Bruna Ramos VER MAIS
IA e o ML: As grandes tendências para 2021
A Inteligência Artificial (IA) e o Machine Learning (ML) são consideradas umas das principais tecnologias mundiais para 2021, de acordo com a pesquisa mundial do IEEE – Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos
O machine learning faz parte do campo de estudo pertencente à IA. É uma ferramenta que permite a automatização de respostas ao usuário - treinamento de robôs - a partir da Inteligência Artificial, que desenvolve softwares com uma inteligência semelhante à dos humanos. 
Mostrando-se essenciais para os planos de negócios das empresas desde o início da pandemia do novo coronavírus, em março de 2020, essas tecnologias atuam em diversos fatores do mercado. Elas processam uma grande quantidade de dados em busca de uma resposta assertiva e imediata para o andamento regular das atividades.

 

Como a Inteligência Artificial e o Machine Learning atuam juntas?
Com essas duas tecnologias, as empresas estão transformando a forma como realizam negócios, atividades e a comunicação com os clientes. Dentre alguns atuações da IA junto ao ML, estão:

  • ChatBot
Por meio desses softwares de conversação sem intervenção humana, as empresas conseguem prestar um atendimento mais rápido aos clientes e até solucionar alguns problemas sem a necessidade de conversar com um atendente. 
  • E-commerce
Sabemos que o e-commerce teve um grande aumento em 2020, devido ao isolamento social e lockdown, ocasionados pela pandemia. Empresas que trabalham com o e-commerce estão começando a usar a recomendação de produtos para auxiliar o cliente nas compras e otimizar o tempo de busca por produtos. 
  • Aplicativos para navegação por GPS
Waze ou Google Maps são uns dos maiores aliados dos motoristas perdidos. Eles informam os lugares para chegar ao destino, selecionando as melhores rotas, otimizando o tempo e evitando transtornos no trânsito.
  • Assistentes virtuais
Todos nós conhecemos a  Siri, a Alexa ou a Cortana. Elas estão em diversos dispositivos nos auxiliando em tarefas básicas, como realizar ligações, definir lembretes, responder a dúvidas e muito mais. 

Machine Learning e o aumento de vendas
Uma pesquisa da Accenture diz que os varejistas que implementaram a tecnologia nos negócios conseguiram melhorar as atividades e ter bons resultados. O ML contribui para o aumento das vendas quando atua na prevenção de picos, na análise de procura dos consumidores, no atendimento aos clientes, entre outros. 
Os robôs inteligentes conseguem analisar o perfil de compra dos clientes e sugerir produtos personalizados, de acordo com a necessidade desse público, diminuindo, assim, a perda de tempo com procura pelos produtos ou serviços desejados. 
Eles conseguem, também, realizar um atendimento eficaz com clientes ou potenciais clientes, impactando positivamente na experiência de compra e de comunicação com a marca. A otimização do tempo com a diminuição da espera para contato com atendentes e a aceleração na compra faz com que o cliente fique satisfeito com a boa experiência que teve com a marca. 
A Wiser Tecnologia entende a alta necessidade do mercado para com o Machine Learning e com a Inteligência Artificial. Por isso, ofertamos serviços que alavancam suas vendas e te deixam à frente da concorrência. Converse com nossos especialistas e saiba mais.

Por: Bruna Ramos VER MAIS
5 dicas de segurança para o seu home office
O home office já era uma realidade antes mesmo da necessidade de intensificação do isolamento social. A pandemia da covid-19 só impulsionou, ainda mais, a adoção desse modelo de trabalho mais “particular” e caseiro. 
Com o aumento do home office, algumas empresas deixaram os sistemas computacionais vulneráveis aos ataques de hackers e ao vazamento de dados. De acordo com Claudio Bannwart, diretor regional da Check Point, uma empresa israelense de cibersegurança, mesmo se o funcionário levar o computador da empresa para casa, podem haver brechas na segurança da rede a qual ele está conectado.

Mas, como os profissionais conseguem manter a segurança da informação ativada durante o home office?
Apesar de estarmos em um momento que pede urgência no isolamento, há sim formas de evitar que os sistemas sejam invadidos e as informações corporativas sejam roubadas. 
1. Mantenha os softwares atualizados sempre!
Aplicativos atualizados não deixam espaços para as ameaças cibernéticas. Deixar a atualização automática do sistema ativada é uma ótima forma de se proteger contra vírus ou malwares.
O antivírus instalado no computador também precisa estar com a atualização em dia, já que é por meio dele que ocorre a principal barreira de defesa contra as ameaças. 
2. Use as VPNs
Com o uso de VPNs (Virtual private network - Rede privada virtual), os colaboradores conseguem acessar o ambiente empresarial de casa e de forma segura. Essa possibilidade já garante que dados e informações não sejam acessados por pessoas não autorizadas.
Além disso, com a utilização dessas redes privadas evita-se o compartilhamento de arquivos importantes por e-mails ou outros aplicativos de mensagens.
3. Cuidado redobrado com spam e phishing
Proteja seus e-mails e tenha atenção ao receber mensagens incomuns de amigos ou colegas de trabalho. Os criminosos estão sempre criando novas formas discretas para atacar e roubar os seus dados.
Nunca forneça senhas, arquivos importantes ou outras informações para e-mails suspeitos. Em caso de dúvidas, ligue para o remetente para confirmar as informações. Além disso, lembre-se de ativar a autenticação em dois fatores no seu e-mail para aumentar a segurança e impedir o acesso de outras pessoas, que não seja você.
4. Utilize redes de wi-fi confiáveis
Home office seguro não rola com rede de wi-fi desconhecida. As redes de internet são fundamentais para a realização do trabalho, mas pra isso ocorrer sem preocupações é necessário que você esteja conectado em uma rede confiável.
Utilize sempre sua rede própria de wi-fi para evitar que hackers possam acessar seus sistemas ou suas contas de e-mails, por exemplo.
5. Cuidado com programas desconhecidos
O uso de algumas ferramentas disponibilizadas pela empresa, às vezes, pode ser alternativo, ou seja, pode ocorrer o uso simultâneo dos funcionários. Por isso, caso aconteça algum problema em dashboards ou plataformas de mensagens, por exemplo, não tente resolver sozinho. Comunique sempre sua equipe de TI.
Se você efetuar o download de programas que prometem trazer a solução para o problema descrito acima, você pode acabar baixando um software malicioso capaz de roubar os dados da sua empresa e até os seus.
Sabemos que a adesão ao home office será ainda mais forte nos anos seguintes e por isso, as empresas precisam se adequar para garantir a segurança dos sistemas e evitar as ameaças. Para essas soluções, fale conosco! Converse com nossos especialistas e conheça nossos serviços de TI e de cibersegurança.
Acompanhe nosso Instagram e Linkedin e fique por dentro das novidades! 
Por: Bruna Ramos VER MAIS
Saiba como contribuir para uma internet segura
Fevereiro é o mês da internet segura, que busca transformar o ambiente em um lugar saudável, positivo e livre de perigos. Sabe aquela imagem da ponta do iceberg que faz referência ao que a internet esconde? Então, ela é bem clichê, mas transmite uma super verdade.

Com o objetivo de conscientizar as pessoas acerca do perigo e das vantagens que a internet tem, uma comissão europeia, a partir do Insafe, deu início ao movimento em 2003. Aqui no Brasil, em parceria com a Insafe, a Safernet é a instituição que se disponibiliza para realizar e celebrar um trabalho consciente em prol de uma internet mais segura e positiva.
Não é de hoje que sabemos que a internet é um ambiente cheio de armadilhas invisíveis capazes de prejudicar nossos dados pessoais ou nossos dispositivos eletrônicos. Além disso, a internet, pode ainda, ser um meio de propagação de ódio, de discursos agressivos e de apologia a crimes.

Quer dicas para comprar online com segurança? Baixe nosso material! 

O papel desempenhado pela Safenet
A Safernet é uma associação civil de direito privado, com atuação nacional, sem fins lucrativos ou econômicos, voltada para promover e defender os direitos humanos na internet. Com o patrocínio de empresas reconhecidas, como a  Google, e com o apoio de instituições como o Unicef, essa organização busca transformar a internet em um ambiente ético e responsável, onde todos possam permanecer com segurança e liberdade.
No mês da internet segura, a Safernet disponibiliza um canal cheio de atividades, dicas e materiais de apoio  que devem ser usados para ajudar as instituições a promover uma internet mais segura e livre de qualquer perigo. E as empresas podem também cadastrar as atividades que realizam voltadas, especificamente, para este dia.

Como ter uma internet mais segura e positiva?
            Vamos melhorar nossas ações e tornar a internet um ambiente melhor? Então, anota aí:
      1. Não divulgue fotos ou vídeos sem a autorização da pessoa
Respeitar a privacidade do outro é essencial, por isso, sempre, certifique- se de que a pessoa se sente à vontade de ter a foto ou vídeo divulgados.
      2. Não clique em links suspeitos
A gente já sabe que muitos links, com textos apelativos, costumam conter vírus. Então, cuidado para não ter seus dados roubados ou dispositivos danificados. Não clique em links maliciosos!
      3. Não pratique cyberbullying e não apoie imagens de cunho violento
Nada de fazer comentários maldosos ou apologia à violência. Para contribuir com uma internet mais positiva, evite propagar discursos de ódio e imagens abusivas. Se puder, denuncie!

Proteja suas redes sociais e ative a autenticação em dois fatores! 
      4. Crie senhas fortes e proteja suas redes sociais.
Criar senhas fracas facilita o acesso de hackers às redes sociais ou e-mails. Por isso, inclua números, letras maiúsculas e símbolos em suas senhas para deixá-las mais fortes e evitar possíveis ataques.
Outra opção é ativar a autenticação em dois fatores, que é uma ótima forma de prevenção contra ataques de hackers. Sabe como fazer isso? Aprenda com a gente
     5. Não deixe que crianças acessem a internet sozinhas
A internet é o meio onde os pedófilos mais buscam aliciar as crianças e induzi-las a realizar práticas sexuais. Por isso, sempre monitore os passos que elas dão na internet e com quem costumam conversar.
     6. Controle a privacidade de aplicativos e sites
Leia atentamente antes de aceitar qualquer mensagem ou condição de aplicativos ou sites. Alguns, podem estar tentando roubar seus dados ou ter acesso ao seu dispositivo, então cuidado.
    7. Cuidado com as compras online!
Comprar online com segurança requer muita atenção. Você precisa se atentar a muitos fatores para não cair em golpes. Baixe o nosso e-book sobre dicas para comprar online de forma segura.

Por que ter uma internet mais segura e positiva?

 
Cada vez mais, a internet consegue atingir um grande número de pessoas e propagar fake news, vírus e comentários maldosos não é uma boa ideia. Como já falamos anteriormente, a internet é um ambiente cheio de armadilhas invisíveis. 
Desde a época do orkut e msn, os links maliciosos que continham vírus já eram bem famosos pelos problemas que ocasionaram nos computadores. Além disso, os jornais já divulgaram muitos casos de brincadeiras que induzem ao suicídio e de pessoas que criam perfis falsos para aliciar os menores de idade à realização de práticas sexuais sem consentimento.
Ajudar a ter uma internet mais segura e positiva é um benefício para todos, (menos para os criminosos cibernéticos, já que são os únicos que lucram com a insegurança online) pois auxilia no bem-estar das pessoas e torna o ambiente mais agradável e divertido de se ficar.
 E aí, vamos, juntos, manter a internet segura? 😆
Siga a gente no Instagram, Spotify , Youtube e LinkedIn para mais dicas! 

Por: Bruna Ramos VER MAIS
O papel da autenticação em 2 fatores para a segurança do seu IG
Não é de hoje que sabemos o tamanho da importância de proteger as nossas redes sociais, principalmente o Instagram e o WhatsApp, não é? Sem uma proteção adequada, diálogos, imagens ou qualquer outra informação pode ser vazada por algum hacker. E é por isso que devemos ativar a autenticação em dois fatores onde pudermos. Você sabe como fazer isso?

 

Assista ao tutorial e saiba como ativar a autenticação em dois fatores no seu Instagram 📲

 
A autenticação em dois fatores é um mecanismo preventivo usado por muitos prestadores de serviços online para fortalecer a segurança digital deles. Ela atua criando uma camada adicional de proteção no processo de login, fazendo com o que o usuário ofereça duas formas de comprovação de identidade, podendo ser uma senha já determinada ou um código enviado via SMS ou e-mail.
Com a autenticação de dois fatores ativada, o acesso somente com login e senha não são suficientes para efetuar o login na conta, já que, se torna necessário a apresentação da senha extra ou do código temporário enviado para outros canais de comunicação. Por exemplo, ao entrar no WhatsApp (hiperlink do vídeo do wpp), não diariamente, mas com frequência, o aplicativo solicita uma senha para poder abrir as conversas. Já o Instagram (hiperlink do vídeo do insta) envia códigos por SMS ou e-mail.
Para ajudar a manter sua conta mais segura, a Central de Ajuda do Instagram dá as seguintes instruções:

  • Escolha uma senha forte. Use uma combinação de, no mínimo, seis números, letras e pontuações (como ! e -). Ela também deve ser diferente das senhas usadas por você em outros locais da Internet.
  • Altere a sua senha com frequência, especialmente se você receber uma mensagem do Instagram pedindo para alterá-la. Se o Instagram detectar que a sua senha pode ter sido roubada, alterar a sua senha no Instagram e em outros sites ajuda você a manter a sua conta segura e a impedir que ela seja invadida no futuro.
  • Jamais informe sua senha a pessoas desconhecidas ou que não sejam de sua inteira confiança.
  • Certifique-se de que sua conta de e-mail esteja segura. Qualquer pessoa que tenha acesso aos seus e-mails, possivelmente, também terá acesso à sua conta do Instagram.
  • Nunca marque a caixa "Mantenha-me conectado" ao efetuar login em um computador público, pois isso o manterá conectado mesmo depois de fechar a janela do navegador.
  • Pense bem antes de autorizar aplicativos de terceiros.
Vale lembrar que os processos de recuperação podem demorar muito tempo. A Lei de Crimes Cibernéticos (Lei 12.737/2012), também conhecida como Lei Carolina Dieckmann, identifica atos como invadir computadores, roubar senhas, violar dados de usuários e divulgar informações privadas (como fotos, mensagens etc) , como crime no Código PenalPor isso, é importante registrar o caso junto às autoridades competentes e registrar um Boletim de Ocorrência (B.O), para ajudar na identificação e responsabilização dos criminosos.
Para mais dicas, siga a Wiser no Instagram. 😘
Por: Bruna Ramos VER MAIS
Segurança da informação: o que é isso?
Ultimamente tem se falado muito sobre o vazamento de informações confidenciais na internet e quais os prejuízos essas ações podem causar às empresas e usuários em geral. Mas você sabe como isso pode acontecer? Vem com a gente pra entender um pouco mais sobre este assunto.

Afinal, o que é essa segurança da informação?
As informações que disponibilizamos na internet, como a criação de senhas, transações online ou quaisquer cadastros em sites, estão constantemente sofrendo o risco de serem roubadas pelos criminosos cibernéticos. Por isso é importante adotar medidas que minimizem esses riscos e, consequentemente, causem a ruptura ou enfraquecimento da confidencialidade, integridade e da disponibilidade dos seus dados.
A segurança da informação ou a cibersegurança é a peça chave para garantir a confidencialidade, plenitude, autenticidade e a disponibilidade das informações de qualquer pessoa ou empresa específica. Ela atua como um profissional de guarda que defende e protege o local de armazenamento das informações, a fim de garantir a ordem e o funcionamento regular das atividades.
Com ela, as informações de uma empresa estão protegidas, íntegras e disponíveis apenas para pessoas autorizadas. A segurança da informação também impede que os dados sejam corrompidos ou modificados, causando falhas nos processos operacionais das empresas ou expondo informações privadas.

Vazamento de dados: O que pode causar?
As bases de dados são cada vez mais utilizadas de forma estratégica no meio corporativo, chegando ao ponto de serem consideradas o “novo petróleo” devido sua importância para a tomada de decisões. Com elas, as empresas buscam conhecer e alcançar o público alvo, com o foco no crescimento dos negócios. Logo, qualquer falha pode gerar danos difíceis de reparar, já que dados vazados e informações roubadas comprometem a empresa e podem impedir o bom desempenho das atividades.
Não muito raro, nos deparamos com notícias sobre vazamento de dados. Recentemente, vimos que um vazamento de dados do Ministério da Saúde deixou expostos, na internet, as informações pessoais de 16 milhões de pacientes com Covid-19. Além deste episódio, jornais também noticiaram que hackers russos roubaram os dados de clientes da Microsoft, após conseguirem acesso a um e-mail corporativo da empresa.
Através desses ataques, criminosos cibernéticos podem acessar e controlar as informações privadas, sequestrando os dados, paralisando processos internos, cometendo fraudes e ainda cobrando o resgate, o que pode causar sérios danos para as organizações. Como se não bastasse, esse cenário pode levar a processos judiciais por falhas na segurança e exposição de dados dos usuários, devido à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).
Diante desse tipo de ameaça, a empresa fica vulnerável, perde credibilidade e se expõe negativamente em relação à concorrência. Pense um pouco… Quem quer comprar serviços ou fornecer dados à uma empresa que não protege as informações dos próprios clientes? Ninguém, não é mesmo?
Quando o assunto é segurança da informação, investir em capacitação e conscientização de pessoas, processos, parcerias e tecnologia é um passo que te deixa à frente das empresas concorrentes.

Importância da Segurança da Informação
Sabemos que a tecnologia é uma área em constante evolução. Por isso, acompanhar as tendências de mercado e manter todos os softwares atualizados e monitorados é essencial para uma política de segurança da informação eficaz.
Tudo começa com a adoção de medidas de proteção. Qualquer sistema operacional está sujeito à ataques ou invasões cibernéticas. Então, é importante adotar o monitoramento regular das atividades para detectar eventuais falhas ou brechas. Essa ação coloca sua equipe em alerta para se antecipar e combater qualquer dano aos sistemas operacionais ou dados da sua organização.
Para ajudar com essas ações, contratar uma empresa especializada, como a Wiser Tecnologia é fundamental. Então, converse com a gente para conhecer mais dos nossos serviços em cibersegurança. Temos uma equipe de profissionais íntegros, especializados e experientes para te atender.
Mantenha seus dados seguros com a Wiser! 😉
 

Por: Bruna Ramos VER MAIS
Leia 5 livros sobre Business Intelligence

O Business Intelligence (BI) é uma excelente ferramenta para se ter dentro de qualquer negócio. Nós já falamos bastante sobre BI por aqui e você já deve estar atento às vantagens e tendências desta ferramenta tão inovadora e indispensável.
Para os nossos leitores de plantão, separamos 5 livros sobre esse assunto. O BI envolve muitas informações específicas e estratégicas, e você precisa estar atento às inovações. E cá pra nós: leitura nunca é demais. 😉
  1. Business Intelligence Implementar do jeito certo e a custo zero (Autor: Ronaldo Braghittoni)
Esse livro te faz entender a real definição do BI e de tudo que ele é composto. Além disso, você compreende o momento que sua empresa vive atualmente e consegue tornar as tarefas mais claras.
  1. Business Intelligence da Informação ao Conhecimento (autores: Isabel Ramos e Maribel Yasmina Santos)
A proposta deste livro é evidenciar o processo de consolidação do conhecimento obtido pelos sistemas de BI, mostrar como essas tecnologias podem ser utilizadas e muito mais.
  1. Afinal, o que é Business Intelligence? (autor: Claudio Bonel)
Tem uma linguagem simples e acessível para você aprender o verdadeiro significado de BI, aprender a gerar resultados reduzindo custos, desenvolver soluções e a tomar decisões assertivas. Aqui, o leitor viaja na informação até chegar no destino final, que é a tomada de decisão.
  1. Business Intelligence: Um Enfoque Gerencial para a Inteligência do Negócio (autores: Efraim Turban, Ramesh Sharda, David King, Jay E. Aronson, Fabiano Bruno Gonçalves (Tradutor), Ângela Freitag Brodbeck)
Neste livro, você vai encontrar tudo sobre os temas de BI. Dentre eles, as ferramentas utilizadas, as arquiteturas da base de dados, as formas de gerenciamento de desempenho, entre outros.
  1. BI2 Business Intelligence. Modelagem e Qualidade (autor: Carlos Barbieri)
Trazendo reflexões sobre os momentos da era zettabytes, ou big data, este livro é dedicado à qualidade de dados e aspectos de gerenciamento de dados. Além disto, o livro também discute os caminhos que percorrem os processos de implementação de BI.
E para mais conteúdos de Business Intelligence, acesse o nosso canal do Youtube. Lá, você pode assistir a maratona de BI, que realizamos com os profissionais de mercado que trabalham com essa ferramenta tecnológica capaz de modernizar e gerar maior produtividade na sua empresa.
Por: Bruna Ramos VER MAIS
Conheça 5 filmes que falam sobre a cybersecurity

Quem nunca reuniu a família ou os amigos pra assistir a um filminho, não é? Além de ser uma forma de lazer, os filmes também podem nos ensinar muita coisa! E os filmes sobre cybersegurança são um bom exemplo disso. Eles mostram que, com o avanço da tecnologia, se torna necessário o uso de mecanismos de proteção de dados, já que você corre o risco de ter informações, pessoais ou profissionais, roubadas por hackers.


Então pega a pipoca e escolhe um desses filmes (ou assiste todos 😉) que listamos para você sobre a importância do cybersecurity.

  1. O círculo

Diretor: James Ponsoldt - Youtube

 “O círculo” aborda a questão da privacidade e a exposição dos dados dos usuários. A história se passa dentro de uma empresa de tecnologia conhecida mundialmente. O filme discute os dilemas morais de mecanismos que deixam a privacidade dos usuários comprometida, expondo todas as atividades que os usuários realizam na internet.

  1. Hacker

Diretor: Michael Mann - Youtube

Em “Hacker”, um homem, condenado a 15 anos de prisão por cometer crimes virtuais, consegue a liberdade antes de concluir a pena. Ele tem a missão de encontrar um hacker que roubou um código e invadiu o sistema interno de um grande banco americano, causando grandes danos virtuais e uma série de eventos desagradáveis para o mercado internacional das ações.

  1. Firewall - Segurança em Risco

Diretor: Richard Loncraine - Youtube

Nesse filme, um especialista em sistemas de segurança de bancos, Jack Stainfield, tem a família sequestrada por um criminoso, que exige 100 milhões de dólares para o resgate. A partir disso, Jack é desafiado a tentar invadir o próprio sistema de segurança que criou para conseguir roubar o dinheiro sem que ninguém descubra.

  1. Duro de matar 4.0

Diretor: Len Wiseman - Youtube

Em “Duro de matar 4.0”, os Estados Unidos sofrem um ataque cibernético após um hacker conseguir invadir toda a infraestrutura de controle das comunicações, transporte e sistema de energia do país. O policial John McClane começa a usar todos os métodos possíveis para combater o ataque que pode causar um blecaute e comprometer todo o país.

  1. SNOWDEN – Herói ou traidor?

Diretor: Oliver Stone - Youtube

Baseado em fatos reais, o filme conta a história de um ex-funcionário terceirizado de uma agência de segurança dos Estados Unidos, que começa a vazar documentos sigilosos do governo. Os documentos comprovam que o governo norte americano tem um esquema de espionagem eletrônica capaz de vigiar qualquer pessoa do mundo.

Quer saber como manter suas informações seguras e evitar que hackers roubem os seus dados? Então acompanhe o nosso Instagram e fique por dentro dos serviços de cybersecurity que a Wiser tem a te oferecer!

Por: Bruna Ramos VER MAIS
7 vantagens do B.I que você precisa conhecer

A intensa competitividade, gerada na atualidade, provoca nas empresas uma procura por estratégias capazes de alavancar o negócio dentro de um mercado acirrado.  Oferecendo suporte para a gestão de negócios, o Business Intelligence (BI) é responsável pela coleta, organização, compartilhamento e monitoramento de informações e assim, identifica oportunidades e riscos da sua empresa.

Confere essa lista de vantagens que preparamos pra você ficar por dentro dos benefícios do B.I

  1. Auxilia na tomada de decisões
Eventualmente, problemas podem aparecer e desestabilizar toda a empresa. O uso da análise de dados pode auxiliar os gestores a desenvolver técnicas rápidas para poder solucionar com êxito tais eventualidades.
  1. Aumenta os lucros e controla despesas
O business intelligence pode identificar quais processos, dentro de uma empresa, estão funcionando conforme o previsto. Com isso há uma maior facilidade em identificar falhas em processos e corrigi-las, descartar processos que não dão retorno positivo e manter o foco em processos que, de fato, geram lucros para a empresa.
  1. Maior vantagem competitiva
Conhecendo todo o mercado e a concorrência, as empresas podem, por meio do business intelligence, ficar na frente de todos os concorrentes. Isso acontece porque os gestores conseguem traçar estratégias adequadas de acordo com o momento e com a necessidade atual do mercado.
  1. Melhorar a experiência dos clientes
A exploração de dados, por meio do B.I, ajuda o seu negócio a fidelizar clientes. Como? Empresas conseguem identificar os erros e acertos na forma de atendimentos e passam a aplicar ações estratégicas com o objetivo de melhorar a experiência do público com a sua empresa.
  1. Gera maior produtividade
O uso do B.I também favorece o ambiente de trabalho. A organização de todas as informações tornam o local de trabalho mais produtivo e proveitoso. Desse modo, a equipe consegue melhorar o rendimento nas atividades e consegue ter mais interesse e foco no trabalho.
  1. Maior facilidade na identificação de falhas processuais
Falhas ocorrem todo o momento e, as vezes, acabam passando despercebidas. Com as ferramentas do business intelligence, o problema de origem é localizado e as falhas são prontamente resolvidas, para que, assim, não interfiram mais no funcionamento dos processos da empresa.
  1. Aprimoramento das estratégias de marketing e de vendas.
Ferramentas do B.I também podem aprimorar estratégias de marketing e vendas da sua empresa. Softwares podem metrificar e analisar resultados de vendas e de estratégias de marketing realizadas dentro do seu negócio. Essa prática otimiza tempo, já que, a equipe foca somente na análise final dos resultados e define as próximas estratégias a serem tomadas.
Por: Bruna Ramos VER MAIS